Descentralização do património cultural: sete municípios celebram transferência de competências

Os municípios de Barcelos, Castelo Branco, Celorico da Beira, Montemor-o-Novo, Ourique, Santarém e Setúbal assinaram os autos de transferência de competências para a gestão, valorização e conservação de vários equipamentos culturais. A descentralização do património cultural permite uma gestão mais eficaz e eficiente, de acordo com a ministra da Cultura, Graça Fonseca.

Integram a lista de equipamentos as ruínas do Castelo de Faria e estação arqueológica subjacente (Barcelos); o Edifício do Governo Civil do Distrito de Castelo Branco (antigo Palácio dos Viscondes de Portalegre) e o Museu de Francisco Tavares Proença Júnior (Castelo Branco); o Castelo de Linhares e o Castelo e muralhas de Celorico da Beira; o Castelo de Montemor-o-Novo; o Castro da Cola (Ourique), as ruínas do Castelo de Alcanede (Santarém) e o Convento de Jesus (Setúbal).

A cerimónia que decorreu, nesta terça-feira (15), no Museu Francisco Tavares Proença Júnior, em Castelo Branco, contou com a presença da Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, da Ministra da Cultura, Graça Fonseca, do Secretário de Estado da Descentralização e da Administração Local, Jorge Botelho, e da Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Ferreira.

Imagem: Castelo Montemor-o Novo /all about Portugal